O que faz um profissional do Private Banking? Vale à pena investir na carreira?

Private banking é um serviço oferecido pelos bancos para quem possui grandes fortunas. Para utilizar esse serviço, é necessário que o cliente tenha pelo menos US$ 1 milhão de patrimônio acumulado. Quanto mais dinheiro o cliente investir, mais especializado vai ser o serviço.

Os funcionários que trabalham com private banking possuem o nome de private bankers, ou simplesmente, bankers. Quanto mais conhecimento esse profissional tiver sobre ativos financeiros, maior será a chance de sucesso na carreira. Conheça um pouco mais sobre as funções de um private banker.

Funções de um banker

Quando se fala em um banco, a primeira coisa que se pensa é no local onde as pessoas depositam seu dinheiro. O mesmo vale para outros tipos de instituições financeiras. Contudo, o private banking consegue ir além dessa tarefa, pois os serviços são feitos de acordo com a fortuna que o cliente possui.

Ou seja, quanto maior o patrimônio do investidor, maiores serão os benefícios oferecidos pelo private banking. É nesse momento que aparece a figura do private banker, pois é ele que oferece vantagens e facilidades para o seu cliente milionário. No mundo das finanças, os clientes que possuem patrimônio elevado são chamados de High Net Worth Individuals (HNWs).

Existem vários serviços oferecidos por pelos bankers, entre eles gestão de finanças, consultoria e assessoria de investimentos. Veja uma lista com outros serviços apresentados por esses profissionais:

  • Planejamento fiscal visando reduzir o pagamento de impostos;
  • Soluções de crédito visando tornar a liquidez do patrimônio mais eficiente;
  • Administração de heranças e empresas familiares;
  • Administração de ativos em bancos de outros países;
  • Planejamento de patrimônio;
  • Operações bancárias diárias;
  • Aposentadoria

Qualificações da carreira

Assim como em várias carreiras, o banker precisa se atualizar o tempo todo. Ou seja, ele precisa observar as movimentações financeiras ao seu redor. Com o auxílio de uma análise de dados, o banker deve entender os problemas do cliente e oferecer o melhor ativo disponível.

Para ser bem sucedido nessa carreira, ele tem que estar disposto a trabalhar em tempo integral. Dessa forma, o profissional cuidará melhor dos interesses do cliente. Além disso, existem outras coisas que um private banker precisa fazer:

  • Ser proativo, dedicado e resiliente;
  • Ter conhecimentos técnicos e uma certificação;
  • Adquirir experiência nesse ramo;
  • Dominar a língua inglesa;
  • Sempre buscar a melhora profissional;

Esse profissional precisa conhecer de forma profunda o portfólio de seus clientes. Isso vale tanto para as pessoas que estão começando a investir quanto para investidores muito experientes. É importante ter esse conhecimento, pois a relação entre cliente e banker deve ser de muita confiança.

Em resumo, o private banker se torna muito importante na área de planejamento financeiro. Ter um grande conhecimento sobre o mercado deixa o banker privilegiado em relação a outros profissionais da mesma área. Normalmente, pessoas com mais preparo são lembradas com frequência nas tomadas de decisões.

Se o banker conseguir entender o cliente e os planos dele para o futuro, haverá uma relação de confiança e respeito. Se o private banker conquistar a confiança de seus clientes, a chance dele ter sucesso em sua carreira aumentará de forma considerável.

Artigos Relacionados

Emitir 2 Via Codau – Telefone e Boleto

A Codau – Companhia Operacional de Desenvolvimento, Saneamento e Ações Urbanas – é uma autarquia municipal responsável por captar, tratar, ...
Leia Mais

2 via Enel São Paulo – Imprimir Boleto

A Enel de São Paulo é uma empresa que fornece e distribui energia elétrica para os estados de São Paulo, ...
Leia Mais

Deixe um comentário